BIBLIOTECA Eva Furnari

AUTORA EXCLUSIVA

Marilu achava tudo chato e sem graça: as nuvens bobas, as montanhas cinzas. Andava sempre aborrecida em seu mundo monótono e sem cor, até que, certo dia, viu uma garota carregando uma inacreditável lanterna multicolorida. Decidida a comprar uma igual, foi em busca da loja vermelha que a garota lhe indicara. Lá encontrou os entusiasmados e desafinados Pimpolhos, que a desconcertaram com suas canções. No dia seguinte, ansiosa, finalmente escolheu sua lanterna: a mais colorida de todas. Qual não foi sua surpresa, porém, quando o novo brinquedo começou a ficar cinza… Voltou à loja decidida a protestar, gritar e espernear. Mas os Pimpolhos lhe revelaram que o problema não estava nas coisas, mas em sua maneira de olhar…

Marilu é uma narrativa bem-humorada em que Eva Furnari joga com a simbologia das cores para provocar uma guinada na perspectiva da personagem: não é o mundo que é sem graça, é ela, que, com seu olhar mal-humorado e pessimista, torna as coisas cinzentas e monótonas. Aquilo que motiva sua transformação, porém, não é de modo algum um discurso moralizante: é o humor, a possibilidade de rir dos absurdos da vida, que cativa a menina.

Fonte: Coisinha Literária - 24/03/2017

  ÚLTIMAS NOVIDADES  

12/02/2015 - 03H53

O lançamento do livro Amarílis, com belas ilustrações

Luisa pegou o livro das mãos de Tiago e abriu ao acaso. Com alguma preocupação, observou a imagem na página que, em seguida, traduziria em palavras, contando a seu irmão o que estava vendo. Era assim que costumavam brincar.

12/02/2015 - 03H49

O Circo da Lua

Babete é uma moça diferente das outras: atrapalhada, usa vestidos coloridos, coleciona chapéus malucos e calça sapatos descombinados para fazer graça. Numa tarde fria e chuvosa, aparece em sua janela um pequeno elefante falante azul, chamado Nicolau. Com lágrimas nos olhos e muita fome, ele explica que se perdeu de seus amigos do Circo da Lua. Comovida com o animal, Babete oferece a ele seus bolinhos de chuva e, mais do que isso, parte com Nicolau em busca do circo. A obra, com textos e il

12/02/2015 - 03H47

Eva tem seu trabalho como tema de projeto

O projeto, “Encontro Marcado com o Fazer Literário”, idealizado pelo Sesc Catanduva, está em sua 14ª edição. As atividades que compõem o projeto têm como público principal escolares da rede pública de ensino, que são estimulados a desenvolver o hábito e o prazer pela leitura e escrita. Por meio do contato direto tanto com o processo de criação artístico-literária, quanto com autores contemporâneos, o "encontro" propicia uma ampliação da visão de mundo e dos conceitos de ci

12/02/2015 - 03H45

Alunos visitam a exposição Tirando de Letra

No mês de agosto, os alunos do 2º e 6º semestre do curso de Letras do Centro Universitário Barão de Mauá visitaram a exposição “Tirando de Letra – Eva Furnari – Atrapalhação”, em homenagem a escritora e ilustradora Eva Furnari, no SESC Ribeirão. Os alunos foram acompanhados pela Prof.ª Renata Maria Cortez da Rocha da disciplina de Prática de Ensino e Linguística. A mostra acontece até o dia 21 de Setembro.